,

O Teorema Katherine (John Green)

Gabrieli de Cinque15:53


Namorar com uma mesma pessoa duas vezes é normal. Namorar com duas ou três pessoas com o mesmo nome ok, mas 19? Colin parece ter uma obsessão por Katherine's e esses relacionamentos parecem sempre começarem predestinados a acabar e em pouco tempo. Depois de dezenove relacionamentos com garotas chamadas Katherine, Colin, o-garoto-prodígio-que-faz-anagramas-legais, sai sem destino no rebecão com Hassan, seu-melhor-amigo-certinho-até-o-momento.


Atraídos para Gutshot, decidem fazer uma parada e por lá ficam até -quase- o final do livro. Nessa cidadezinha, onde tudo gira em torno de uma fábrica, conhecem Lindsay, Holly, OCC, Katrina, Katherine e tantas outras pessoas. Mas Colin tentando entender o que aconteceu com seus relacionamentos resolve criar o Teorema da Fundamentação da Previsibilidade das Katherines.

Apresento-lhes o famoso Teorema Katherine! 
Um dos pares de fugging/fug/derivados que apareceram no livro e nos deixam curiosos!

"Aquele sorriso seria capaz de pôr fim a guerras e curar o câncer."

Foco-automático-errado

Sabe aquele livro que você só conhece o nome, se encanta pela capa e simplesmente quer ler? Foi assim que aconteceu comigo! Lógico que eu criei umas ideias para a temática, mas o livro foi uma surpresa total. Foi o primeiro livro que li de John Green e já estou providenciando algum para conhecer melhor o estilo dele e sua forma de se expressar, que me cativou.

Tenho muita dificuldade em esconder minhas pernas em algumas fotos!

Viajei com Colin-cabelo-de-judeu-afro e com Hassan-o-gordinho-badalhoca para Gutshot e entendi alguns pontos dos relacionamentos durante a construção do Teorema que deveria prever o futuro (juro que fiquei com vontade de testas, mas é tipo quase impossível). A parte matemática-genial de Colin me cativou e me dava vontade de ler "O Apêndice" no final do livro antes de terminar a história mesmo.

"É possível amar muito alguém. Mas o tamanho do seu amor por uma pessoa nunca vai ser páreo para o tamanho da saudade que você vai sentir dela."


Publicado nesse ano pela Intrínseca, o livro tem 302 com notas de rodapé e capítulos com um tamanho legal e bem divididos. A fonte está legal e em um tamanho ótimo! Fora que a capa é a coisa mais amorrrrrr do mundo ♥ Acho que é a mais bonita da minha coleção e me dá vontade de beijar e ficar fazendo carinho (haha). As folhas são amareladinhas (papel Pólen Soft 70G/M² com tipologia Itc Legacy Serif). Minha nota é 4/5 porque a história deveria ter continuação ♥ (risos).


Espero que tenham gostado da resenha e que eu não tenha falado muito (difícil). Não esqueçam que podem me acompanhar/adicionar/seguir no skoob e conversar por lá. Não deixem de comentar o que acharam da resenha, do livro, das fotos, de tudo! E não esqueçam de nos ajudar a divulgar o post clicando no ícone do facebook/twitter/G+, por favor! Ah, queria agradecer o Emerson (meu monitor do colégio) que patrocinou essa minha leitura após um sonho louco! Um beijo, pessoal!

You Might Also Like

21 comentários

  1. Ah eu quero ele >< rs Vou ver se acho na livraria aqui. Ficou otima sua resenha tanto que vou comprar ele D:> http://helpanaemia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. OMG !
    Que blog mais fofo *-----*

    Adorei a resenha, estou querendo ler esse livro, está na minha listinhaa.

    As imagens estão lindas.

    Beijos

    Anne
    auniversitária.com

    ResponderExcluir
  3. To doida pra ler esse livro! Deve ser perfeito.

    Já que esse foi o seu primeiro livro dele, te indico o 'A culpa é das estrelas'. É o meu livro preferido, ja li 2x. Eu achei encantador, vale a pena ler.

    Dear Bella

    ResponderExcluir
  4. Parece incrível, quero muito ler!! :) http://rainhadasimpatia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. As imagens ficaram lindas, o livro é um dos meus desejados, não sou tão fã de matemática, mas no livro ficou ótimo.

    ResponderExcluir
  6. Nossa, suas fotos são lindas...
    Eu estou super curiosa para ler esse livro, mas ele vai ter que esperar as férias...
    Sua resenha também ficou ótima
    beijos

    http://www.mybookshelf.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Sério que ficou tentada com o teorema eu fiquei brisando com esse trem só de olhar já cansava e o Hassan a o Hassan é tão legal quero um amigo amigo tão badalhoca quanto ele

    ResponderExcluir
  8. Amanda Magalhães9 de maio de 2013 15:14

    Tô looooooooooouca pra ler, Gabi.

    ResponderExcluir
  9. Eu amei o livro e o jeitinho de Hassan também. Já estou até com vontade de reler!

    ResponderExcluir
  10. Obrigada pelos elogios, Angela! Leia o mais rápido possível ♥

    ResponderExcluir
  11. Ficou mesmo! Leia logo que der ♥ e obrigada!!

    ResponderExcluir
  12. Ótima palavra para descrevê-lo, Carine! ♥

    ResponderExcluir
  13. Pretendo lê-lo em inglês, Isa. Assim como também quero "Quem é você, Alasca?". Já leu? E obrigada pela dica!! Um beijo

    ResponderExcluir
  14. Obrigada pelos elogios as fotos, a resenha e ao blog, Rayane! Leila sim ♥ um beijo!

    ResponderExcluir
  15. Fico feliz que tenha gostado e que tenha te cativado, Alice. Boa leitura!

    ResponderExcluir
  16. To com muita dúvida se compro ele ou extraordinario ... oh god

    ResponderExcluir
  17. sidnei luis fermino15 de junho de 2014 00:31

    Ótimo texto de resenha. Meus
    parabéns! Amei a maneira que vc usou para se
    expressar, me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso...
    se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas
    religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias
    cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus
    jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura...a capa
    do livro é linda ela traz o universo como tema.

    http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=78725243

    ResponderExcluir
  18. Não vou mentir, eu até gostei da ideia do John Green sobre esse livro, mas acho que ele não soube evoluir essa ideia para uma história legal. Eu me decepcionei com o livro, achei que o John Green não soube desenrolar a história e a leitura se tornou um tanto chata. Mas eu amei a resenha :)
    palavrasinquebraveis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Obrigada pela participação e por sua indicação também, Sidnei!

    ResponderExcluir
  20. Muito obrigada por seu comentário, Camila! Ainda não tinha visto uma pessoa que não gostasse desse livro, rs.


    Obrigada por sua participação, mesmo! Beijos!

    ResponderExcluir

Twitter

Instagram