, , , ,

Cidades de Papel (John Green)

Gabrieli de Cinque11:58


Quentin Jacobsen (ou apenas Q) é um adolescente prestes à se formar no ensino médio que é surpreendido por sua vizinha/amiga na infância/linda Margo Roth Spiegelman que aparece em sua janela em uma noite, depois de tanto tempo, precisando da ajuda dele para uma vingança. Margo pregou peças com o namorado que a traía, com a "amiga" que ficava com o namorado, com a amiga que ela achava que sabia e escondia e também deixou Q escolher uma pessoa, subirem até o mais alto andar de um prédio, além de invadirem o SeaWorld (sim!!!!).


Na infância haviam encontrado um cara morto e coisas haviam sido ditas que sempre eram lembradas como os fios dentro desse homem haviam se rompido. No alto do edifício, Margo falou sobre a cidade de Orlando ser de papel, as pessoas de papel e tudo mais. Algo que Q não achou que seria importante naquela hora. Depois de toda a aventura, na hora da despedida ela insinuou que sentiria falta dele e, no dia seguinte, desaparece por bons dias.


O ponto "B" é Agloe, uma cidade de papel :)

Como Margo sempre deixa pista, Q e seus amigos, Ben e Radar, vão atrás delas para decifrar. Durante isso ocorre a festa de formatura, algumas bebedeiras e tudo mais. E uma grande busca atrás da fujona que nunca fica muito tempo viajando por aí.


Não sei porque não tão brisada nessa foto, haha 

O livro é um dos que entra para a lista de ler em um dia (como esses) e é a cara de John. Mais uma vez com um protagonista masculino, o livro narra aventuras causadas pelo sentimento e também sobre amizades que fazem de tudo um pelo outro. Te garante risadas e momentos de emoções, o que dificulta qualquer pausa porque o que você menos quer é sair daquele universo e de Orlando.


Com 366 páginas, o livro é dividido em 3 partes e uns bons capítulos (em cada parte os capítulos começam contando do 1, então não sei). As páginas são amareladinhas, a capa é a mesma (na verdade existe uma igual e uma outra que é a cara da Margo lindamente linda), maaas eu tinha esperança que o pessoal da Editora Intrínseca não traduziriam o nome pois achava "Paper Towns" bem mais bonitinho.


Clique aqui para conferir a resenha de OTK e ACEDE

John para variar vai te encantar do início ao fim e te fazer correr para a livraria mais próxima para comprar os outros livros dele. Curiosidade: recentemente tava lendo uma "matéria" sobre alguns autores e eles eram qualificados na escala Sparks (haha) e John atingiu o número cinco, que era o máximo. Adorei!

** Existem palavrões e linguagem um pouco mais "popular".


Adorei essa foto, mas não sei por que.


Espero que tenham gostado dessa resenha, não deixem de comentar e indicar livros para nós. Estou tentando ler muito para liberar novas resenhas logo aqui no blog, especialmente nas férias, então deixem pedidos tanto de livros como de filmes nos comentários.

Um beijo e até!

Me acompanhem nas redes sociais:
Facebook ♥ Tumblr ♥ Instagram ♥ Ask.Fm ♥ Skoob 

You Might Also Like

6 comentários

  1. Adorei a resenha e me deu mais vontade de reler o livro <3
    Também fiz resenha lá no blog, haha
    As fotos ficaram lindas. Amei a do cel! hahaha


    onlyb13.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. É a segunda resenha que leio desse livro hoje! Acho que é um sinal, não? rs... Fiquei super interessada em ler!

    http://naomemandeflores.com

    ResponderExcluir
  3. Caroline Bonaldo Lima30 de novembro de 2013 01:35

    Essa resenha aumentou ainda mais minha vontade de ler esse livro! Muito boaa! asuahsaa Muito legaal essa de procurar no Google Maps uma cidade de papel ahsuhah

    ResponderExcluir
  4. Eu li e gostei muito também! Dei risadas, mas não mais do que quando li O Teorema Katherine! hahaha

    http://o-doce-mundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Obrigada por compartilhar sua opinião, chuchu! Os livros têm perfis diferentes então é normal eu preferir um (que sou 'A" romantica) e você preferir o outro. Beijão!!

    ResponderExcluir
  6. Tenho vontade de ficar relendo os livros, mas se eu fizer isso nunca vou ler o resto que tenho, haha. Obrigada. Beijão!

    ResponderExcluir

Twitter

Instagram