, , , , , , , , ,

Pause

Rebecca Campelo20:50


Me sinto como se tivesse pulado a parte de só dar "play" e acabei acelerando tudo em 478x. Correu. Vôou.
Complicou tudo!
Dois anos atrás, quando participei de uns 6 exames de vestibulares no mesmo mês, parece que a pressão era menor. Eu sabia o que queria e, apesar disso, ganhei o que eu não queria e ainda assim aceitei.

Com 16 anos, qualquer coisa que lhe aparente te tornar uma pessoa adulta e independente soa divertido. O problema é que um tempo depois, você se vê realmente como uma pessoa adulta e a independência já é realidade. Ok, isso deveria ser legal. E até é, em partes. O caos é quando a fatura do cartão de crédito vem maior do que você pensava - e olha que você nem comprou aquela bolsa Calvin Klein que desejou tanto e hoje é da coleção passada.

O lance chato de ser gente grande é que você realmente precisa fazer o que é melhor pra você e pronto, e infelizmente, o ponto de vista da sua mãe sobre tal coisa não é o primordial, afinal, ela realmente não se sente como você e está achando o máximo a posição que você conseguiu na empresa, na faculdade, na vida.

Talvez a única coisa que ela tenha reparado é que você está sem seu notebook e tablet e que o celular queimou e o novo nem é tão bom assim e provavelmente por conta desses acontecimentos, ela não te vê mais tão online. Ah, pode ser que ela repare também que o correio tem gritado teu nome menos vezes. Mais ainda assim ela está feliz, afinal, tu cresceu!

O lance chato de ser gente grande é que, definitivamente, só você se entende e hoje, as únicas certezas que eu tenho são que, primeiro, odeio ir dormir às 7h30min da manhã se a razão não for uma boa festa; segundo, tô com fome e preguiça de fazer a janta e, terceiro, mamãe não vai aprovar que preciso de um "tempo" e isso inclui um afastamento da cidade universitária. E, apesar de tudo, acho que é isso que eu preciso, por hora.

Me deixei levar pela maré e estava quase tomando um rumo que nunca quis. Meu plano nº1 se tornou o último da lista e está na hora de reverter.
Ouvi hoje que fiz tudo errado e me arrependi tarde, mas acho que não, alcancei mais objetivos do que jamais imaginei, só não estou satisfeita com o fato de ter deixado as facilidades que a vida me deu me afastarem do sonho de escrever incessantemente.
Está na hora de reorganizar as prioridades, os sonhos, os desejos e parar de só planejar a viagem, as compras, o intercâmbio voluntário, o inglês fluente, o trabalho do outro lado do mundo - ainda que só por dois ou três meses.

Ah, sim, sobre o lado legal de ser gente grande; tenho autonomia suficiente pra dizer à mim mesma que preciso dar um tempo em algumas coisas e dar espaço à outras.

Então, pelo menos por hoje, pausei.

You Might Also Like

1 comentários

  1. É muito importante desacelerar as vezes, e saber dar mais importância ao que realmente é importante e ao que você quer. Gostei de que você escreveu. Um beijo.

    www.ontemescrevi.com.br

    ResponderExcluir

Twitter

Instagram